Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu sedia Encontro Internacional de Juristas

Publicado por

O tradicional evento da Rede Internacional de Juristas terá, pela primeira vez, a sua realização no Brasil, tendo por sede o Golden Park Internacional Foz & Convenções em Foz do Iguaçu, com atividades científicas de 21 a 24 de janeiro. Com a presença de conselheiros de Tribunais de Contas, magistrados, autores de obras jurídicas e professores de Direito, será examinada a experiência das plataformas digitais no Judiciário, na administração pública, nas universidades, nas relações de consumo e em serviços essenciais à sociedade.

  • Golden Park Internacional Foz & Convenções em Foz do Iguaçu
  • Foz do Iguaçu
  • Foz do Iguaçu

O livro “Plataformas Digitais na Instrução Processual” será a publicação oficial do evento, com autores do Brasil, Colômbia, Argentina e Espanha. Para o presidente da Rede, jurista Léo da Silva Alves, a pandemia trouxe uma revolução nas práticas em diversos ambientes. Como exemplo, cita o caso da China, que implantou a figura do juiz virtual. “Todo processo é dirigido por um juiz irreal, inclusive a sentença. A máquina faz tudo. Eventual recurso será examinado por um juiz humano”, completa o professor de Direito.

As conveniências e os riscos do uso de plataformas em vários ambientes é o objeto da análise dos pesquisadores presentes. O evento, que conta com cinco painéis, também tratará das conexões do meio ambiente com o Direito e a Administração Pública.

O Portal Jurídico Viver Direito estará presente no Encontro e produzirá conteúdos exclusivos para o site e para o canal no YouTube.

A REDE INTERNACIONAL

A organização de juristas começou a tomar forma em Coimbra em 1997 e, depois, se alastrou por três continentes. Anualmente são realizados encontros em capitais da Europa, fato interrompido em 2021 por conta da pandemia. Atualmente a sede cultural é em Roma, sendo que na Itália foram realizados importantes eventos em Milão e Bari, além de atividades junto ao Senado da República, à Suprema Corte de Cassação e à Universidade La Sapienza.

Para os organizadores do evento em Foz do Iguaçu, esses encontros de personalidades do meio jurídico produzem interessantes resultados: estimularam a continuidade de estudos, com muitos participantes abrindo portas para doutoramento; lançaram novos autores, que se integraram aos produtores de ciência jurídica; aproximaram os Tribunais de Contas dos demais operadores do direito, fazendo com que juízes singulares, desembargadores e advogados tivessem conhecimento das peculiaridades dos processos de controle das contas públicas.

Para mais informações e inscrições, clique aqui.

Veja também